Quem tem hérnia de disco pode correr?

Vários estudos mostram que corredores tem uma saúde da coluna vertebral melhor do que pessoas sedentárias, ou seja, você pode correr sem problemas, mas deve realizar esse processo gradativamente e com acompanhamento de um profissional especializado.

Se a hérnia de disco já resultou em episódios de dor, é necessário o tratamento adequado para que o caso não evolua, a fim de que não haja mais episódios de dor e para que haja todo um trabalho de fortalecimento na musculatura da região.

O sedentarismo é causa de piora do quadro de hérnia de disco. Portanto, quem tem uma hérnia de disco e acredita que não pode mais praticar atividade física, com medo que o quadro se agrave, saiba que o sedentarismo fará o quadro piorar sensivelmente.

Tratamento Para Hérnia De Disco 

Geralmente, o tratamento para hérnia de disco é não-invasivo. Esse tratamento conservador apresenta bons resultados e deve ser sempre a primeira opção para tratamento do caso.

Se o paciente apresenta dor, são prescritos analgésicos, anti-inflamatórios e relaxantes musculares.

Em seguida, a fisioterapia tem um papel fundamental, pois graças a ela são feitas manobras para diminuir a dor, bem como fortalecimento da musculatura e Terapia Manual, para prevenção de futuros episódios álgicos.

O tratamento cirúrgico para hérnia de disco é somente indicado quando o tratamento conservador não surtiu efeito. E vale lembrar que a maioria das hérnias de disco regridem espontaneamente.

Cuidados Na Corrida Para Quem Tem Hérnia De Disco 

Para quem teve o diagnóstico de hérnia de disco, não deve pensar que a corrida está fora da sua realidade.

A primeira coisa é buscar um fisioterapeuta, ou seja, que esteja acostumado a tratar quem pratica esportes. Passada a crise de dor, sessões de fisioterapia serão normalmente indicadas.

No caso específico da corrida, os treinamentos devem evoluir aos poucos, ou seja, a carga e o volume dos treinos devem subir lentamente, para que todo o sistema muscular e esquelético se adapte à rotina de treinos.

Portanto, os treinamentos de corrida devem ser sempre programados por um profissional da área, que saberá balancear o volume e a intensidade de cada treino, de forma lenta e progressiva.

Outro cuidado é sempre prestar atenção ao seu corpo, respeitando seus limites. É importante sempre respeitar o que o seu corpo está tentando te dizer.

Após crises de dor, pode-se voltar a treinar em esteira, sempre intercalando corrida e caminhada, até que o treino de corrida possa fluir bem somente com a corrida.

Exercícios de fortalecimento, devem sempre estar presentes, pois a musculatura bem fortalecida evita consideravelmente episódios de dor.

Tendo acompanhamento médico, com treinamentos programados, corretamente propostos por profissionais da área, com evolução lenta e gradual, associado a um programa fisioterápico de fortalecimento, quem tem hérnia de disco não precisará largar a corrida.